Uncategorized

Unhas de amiga… Myriam Cedro

Por Simone Bispo

Bom dia meninas! Como está o domingão de vocês? Espero que todas estejam bem… A minha entrevistada de hoje foi uma das mais esperadas por mim. Ela me deixou de castigo e eu estava quase achando que ela tinha desistido. hahaha
É com alegria que trago a Myl do blog Coisas de Menininha, pra vocês conhecerem um pouco mais!



Nome: Myriam Cedro, mas os meus Amigos me chamam de Myl.
Ocupação: Acadêmica de Letras Vernáculas na Universidade Federal da Bahia, Educadora Corporativa numa Multinacional do Ramo de Contact Center, Mãe do Ícaro. – Não Necessariamente nesta ordem, mas tudo isto ao mesmo tempo, incluindo a Jornada como Dona de Casa, Blogueira e Twitteira
Quantos esmaltes na coleção: Hoje, 22/01/2010 – Por volta das 19h15minmin. – 485, vidrinhos cadastrados numa planilha no Excel, onde controlo a coleção. Por isso sei exatamente quantos tenho e inclusive quantos e quais deles já usei. Cadastrei de um jeito que posso procurar por um tom, uma marca ou um tipo específico para pintar as unhas, conforme a vontade ou a exigência da situação.
Quem faz suas unhas: Eu mesma faço as minhas unhas.
Onde Estou (redes sociais): Twitter
Top 5 de esmaltes: Vou falar dos que tenho e já usei – Mas a  listinha de desejos não para de crescer!

5 – Revlon – Cherry Crush


4 – Colorama – Violeta
3 – Revlon – Plum Seduction




2 – Revlon – Raven Red




1 – Elke – Facebook




Como costuma escolher uma cor pra passar nas unhas, conforme seu humor, pega o primeiro que vê ou tem fila de espera?
Eu tenho problemas para escolher um esmalte para passar. Já pensei em formar fila, mas eu mesma atravesso a Fila para passar um esmalte de acordo com a vontade do dia ou de acordo com a ocasião. Se me vir de Vermelho, tô danada da vida. Se me vir de Roxo, to muito feliz! Vai ser muito difícil alguém me ver de esmalte Nude (Eca!) Como eu participo de uma blogagem coletiva de esmaltes toda semana no Blog da Fernanda Reali, acabo seguindo a sugestão da semana e se a cor me agrada, fico com ela por mais alguns dias. Se não for de acordo com a minha vontade, passo o esmalte, fotografo, tiro e passo outro.

Como e porque começou seu vício por esmaltes?
Senta que lá vem História…
Minha relação com os vidrinhos coloridos de esmaltes é recente, tem menos de um ano. Antes disso eu sempre lixei, cuidei e tratei das unhas, mas elas não eram pintadas. Não sei precisar bastante o dia e o mês, mas um dia, a @katiajujuba postou uma foto das unhas lindas dela com uma arte feita para a copa do mundo.  E eu, empolgada, resolvi pedir opinião e também pintar as minhas para a ocasião. O problema era que eu, em três décadas e alguns anos de existência, nunca tinha colocado nada além de base e esmalte cor de renda nas unhas.
A Jujuba então me sugeriu uma combinação de verde e amarelo para torcer pelo Brasil.
Além da base e do esmalte cor de rendinha, eu só tinha algodão acetona e palitinho dentro de casa, nunca (e quando eu digo nunca – eu digo jamais em qualquer dia da minha existência – tinha feito cutículas na vida. Medo de me ferir, ou de me ferirem em algum salão… Mesmo quando eu ia a um salão, as manicures achavam graça quando eu dizia: _Eu só quero pintar! E daí eu fui à caça de um Kit Copa do Mundo para as unhas: Borra de lá, borra de cá… e o resultado foi este aqui:


As @dimenininha – que são minhas amigas de longa data – criaram o Blog www.coisasdemenininha.com.br Eu ficava daqui, babando, posando de fá, comentando, dando pitaco e “retuitando” tudo o que elas postam… Até que comecei a querer seguir as tendências “esmaltísticas” delas e de outros blogs que passei a conhecer e visitar por influência delas.  @katiajujuba e @amsaleh mandavam esmaltinhos que não existem em Salvador. Hoje eu escrevo para o Blog, e isso foi uma das melhores coisas que me aconteceram em 2010.

A minha esmaltação em casa, hoje, mais de oito meses depois da primeira aventura de pintar as unhas sozinha, posso dizer que saiu do nível deplorável para o aceitável, mas eu ainda tenho que domar minhas cuticulazinhas, que continuo não tirando, apenas hidratando muito. Não gosto mais de ficar com as unhas sem esmalte. Passei a comprar cores diferentes, e passei até a usar Glitters e afins (culpa da @katiajujuba, minha companheira de blog!)

Também passei a reconhecer esmaltólatras em potencial e me unir a elas, dando dicas, sugerindo e trocando cores, e claro, fazendo sessões “esmaltísticas” regulares. Uma delas é especial, a Carol (@Marolinna): minha vizinha, amiga e cúmplice todos os finais de semana ou feriados para dividir esmaltes, conversas e muita risada nas nossas sessões. Foi a Carol que me deu um dos primeiros vidrinhos da minha coleção – Obsessão da Risqué – um Roxo muito lindo! e foi a Jujuba @katiajujuba foi quem me mandou a coleção Jóias Místicas da Riqué todinha de Presente!


Agradeço o Carinho e Atenção da Simone por ter me convidado pra participar de uma Coluna num blog tão Bonito!






Confesso que toda a espera por essa entrevista valeu a pena! Acho a Myl uma pessoa maravilhosa, super gente boa e tem unhas lindíssimas. Eu amei essa entrevista e espero que vocês também tenham gostado.

Nascida em São Paulo e criada em Recife, pisciana, publicitária, fotógrafa, viciada em seriados, tatuagens, tênis e apaixonada por azul.

14 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.