Uncategorized

Seus esmalte é testado em animais?

Que os esmaltes viraram uma febre nacional, ninguém pode negar! Mas quando vai comprar um esmalte, você sabe se, ao ser fabricado, ele é testado ou não em animais? Já parou pra pensar nisso ou nem quer saber?
Por indicação de uma amiga, a Fernanda Soares, e como uma boa e dedicada estudante de Ciências Ambientais e protetora de animais, decidir pesquisar sobre esse polêmico (pelo menos no meu mundo de estudante de Biologia) assunto…

Não estou aqui para dizer “não usem esses esmaltes”, longe de mim mandar na vontade alheia, porém, como blogueira e protetora me achei na obrigação de mostrar quem se preocupa com os animais e quem não se preocupa.

EMPRESAS QUE NÃO TESTAM EM ANIMAIS
(esmaltes e afins)

  • Abelha Rainha
  • Amway
  • Avon (no Brasil eles não testam, mas em países onde é obrigatório, tipo a China, eles ainda testam)
  • Barry M
  • Big Universo
  • Blant Colors (também utiliza papel reciclado nas embalagens e materiais de divulgação)
  • Chanel
  • China Glaze
  • Colorama (segundo a L’Oréal, desde 1989 eles não testam mais em animais)
  • Color Club
  • Estée Lauder
  • Fina Flor (realiza testes de eficácia e segurança em voluntários humanos)
  • Impala
  • L’Apogée (realiza testes In vitro)
  • Ludurana
  • M.A.C
  • Nubar
  • Océane Femme
  • OPI
  • Orly
  • Revlon
  • Risqué/Niasi
  • Top Beauty
  • Yamá
  • Zoya
EMPRESAS QUE TESTAM EM ANIMAIS
(esmaltes e afins)
  • Essie
  • Sally Hansen
  • Maybelline (mesmo pertencendo à L’Oréal, seus produtos são testados)

E quais são os testes realizados?
Todo e qualquer experimento com animais cuja finalidade é a obtenção de um resultado seja de comportamento, medicamento, cosmético ou ação de substâncias químicas em geral. Geralmente os experimentos são realizados sem anestésicos, podendo ou não envolver o ato da vivissecção (dissecação de animais vivos para estudos).

Teste de Irritação dos Olhos: É utilizado para medir a ação nociva dos ingredientes químicos encontrados em produtos de limpeza e em cosméticos. Os produtos são aplicados diretamente nos olhos dos animais conscientes.

Teste Draize de Irritação Dermal: Consiste em imobilizar o animal enquanto substâncias são aplicadas em peles raspadas e feridas (fita adesiva é pressionada firmemente na pele do animal e arrancada violentamente; repete-se esse processo até que surjam camadas de carne viva). Substâncias aplicadas à pele tosada do animal.

Teste LD 50: Abreviatura do termo inglês Lethal Dose 50 Perercent (dose letal 50%). Criado em 1920, o teste serve para medir a toxicidade de certos ingredientes. Cada teste LD 50 é conduzido por alguns dias e utiliza 200 ou mais animais. A prova consiste em forçar um animal a ingerir uma determinada quantidade de substância, através de sonda gástrica. Isso muitas vezes produz a morte por perfuração.

Esses são alguns dos testes realizados. Para saber mais sobre esse processo, bem como as consequências, clique aqui.

Certamente faltam várias marcas não identificadas, podendo estar entre as que testam ou entre as que não testam. Se vocês souberem de alguma, me avisem que eu acrescento aqui!
*Minha pesquisa foi baseada em sites de proteção animal, informações de amigos protetores e informações diretas de algumas das marcas citadas (o que se torna uma prova contra, caso alguma esteja mentindo).




Para conferir uma lista mais completa, clique aqui!

Nascida em São Paulo e criada em Recife, pisciana, publicitária, fotógrafa, viciada em seriados, tatuagens, tênis e apaixonada por azul.

24 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.