Meus relacionamentos são uma montanha-russa mal construída
Textos

Meus relacionamentos são uma montanha-russa mal construída

Meu relacionamentos amorosos são como uma montanha-russa mal construída, chego ao ápice rápido demais, fico um pouco nas alturas e rapidamente deslizo para o fundo. Mas nessa montanha-russa quase nunca tem uma nova subida, normalmente ela encerra ali, na primeira descida. Assim são meus relacionamentos, repletos de intensidade, mas essa intensidade não dura tanto e rapidamente a pessoa sai da minha vida. E é quando isso acontece que eu me pego pensando “o que eu fiz de errado dessa vez?”. Chega a ser dolorido ter a sensação de que nunca sou suficiente, de que as pessoas cansam de mim.

O engraçado é que diversas vezes eu escuto “o problema não é você, sou eu!”. Perdi a conta de quantas vezes ouvi que sou incrível, mas como eu posso acreditar nisso se as pessoas estão sempre indo embora? Como posso pensar que o problema não sou eu, se os motivos das despedidas são sempre iguais?  Vai ver o problema é a pessoa que não sabe ao certo o que está querendo, mas também sou eu, que devo assustar com o meu jeito intenso de ser.

Acontece que eu também não acho justo mudar esse meu jeito! Não acho justo deixar de ser a pessoa carinhosa e atenciosa que eu costumo ser por causa do jeito como interpretam minhas atitudes. Demorei demais para entender que sou intensa em meus sentimentos e que isso não é algo ruim como muitas vezes me fizeram acreditar. Posso deixar a minha ansiedade falar mais alto e me atrapalhar em alguns momentos, mas não estou errada em ser como sou. Não estou errada em querer ser o porto seguro de alguém. Parece que virou crime se apegar, se entregar e querer um relacionamento duradouro.

Então eu sigo assim, tentando transformar a minha montanha-russa mal construída numa roda gigante, que tem seus altos e baixos, mas está sempre num ritmo estável. Sigo na busca de amores que me entendam e me aceitem do jeitinho que eu sou.

Nascida em São Paulo e criada em Recife, pisciana, publicitária, fotógrafa, viciada em seriados, tatuagens, tênis e apaixonada por azul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.