Quando eu amei por nós dois

14.1.17


Hoje não foi um dia fácil. A rotina tem sido cansativa, chego cada vez mais cansada em casa e tudo o que eu desejo é conversar com você e esperar você perguntar como foi o meu dia.

Mas eu espero em vão.

Você não vai perguntar porque esse papel é sempre meu. Sou eu quem te procura, sou eu quem se preocupa quando você fica quieto, sou eu quem espera ansiosamente pela noite para conversar e perguntar “como foi o seu dia, meu bem?” na doce esperança de ver você falando que o dia foi bom, mas que sentiu minha falta.

Sabe, eu não te culpo por isso. A gente não pode fazer esse tipo de coisa e esperar que façam o mesmo por nós, não é mesmo? Reciprocidade é um bicho tão estranho quanto a expectativa. Tenho esperado um enquanto alimento o outro, e no fim das contas, a minha expectativa devora o pouco que me resta de sobriedade.

Lembra daquele dia em que eu te pedi para avisar quando chegasse em casa? Era o meu jeito discreto de falar “por favor, vá com calma. eu te amo e não quero que nada de ruim te aconteça.” e você sequer notou. E aquele dia em que passamos horas ao telefone, conversando sobre tantas coisas que nem sentimos o tempo passar, você lembra? Naquele dia eu enxerguei o quanto você é importante para mim, só que eu me negava a acreditar que você não sentia o mesmo por nós mim.

Dizem que ficamos cegos quando estamos apaixonados, né? Vai ver estão certos. Eu fui me preocupando, me envolvendo, me entregando… Mas era apenas eu. Nâo havia eu e você, era apenas eu e minha expectativa. Não havia a reciprocidade que eu esperava. E não se preocupe, não vou te culpar por isso. Meus sentimentos por você são responsabilidade minha, apenas minha e de mais ninguém. Eu só preciso colocar em minha cabeça que nem tudo funciona como eu gostaria.

O mundo não gira em torno das minhas vontades.

Sempre repetia para mim mesma, “não se apegue, não se apaixone, não é recíproco”. Engraçado, a gente enxerga na relação dos amigos, a gente recebe conselhos, mas é bem difícil colocar em prática quando é com a gente, né? Agora aqui estou eu, amando por nós dois e torcendo para que isso passe.

Mentira!

Na verdade tudo o que eu mais quero é que você me enxergue como eu te enxergo, que você cuide de mim como eu cuido de você e que você me ame como eu te amo. Que você me ame com a mesma intensidade que eu amo quando estamos juntos. Porque você não imagina o quão desgastante pode ser nutrir um sentimento que não é recíproco. Às vezes me pego pensando…

Será que vale a pena?

Sinto sua falta.

Um beijo,


te amo!



Imagem: Pexels

Leia também:

0 comentário(s)

Receba as atualizações no seu email!

Seguidores