Sim, eu tenho Psoríase!

4.2.15

Nunca fui uma pessoa muito vaidosa, mas se tem uma coisa da qual eu me orgulhava, era da pele e principalmente das pernas limpinhas, sem manchas ou lesões. De repente, passei a aliviar ansiedade, raiva e estresse na pele. Coçava, arranhava e além disso, foram surgindo lesões e irritações parecidas com alergias. Passei por diversos especialistas e um deles diagnosticou da pior maneira possível... Com tom de ironia, ele me informou que eu tenho Psoríase.


Aproximadamente 3% da população mundial sofre com psoríase, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Apesar dos dados, a doença ainda é pouco conhecida e, por isso, bastante confundida com outros males, como alergias e micoses. Pensando em mim e também em vocês, achei melhor não mostrar como são algumas lesões em mim. Ainda lido com certa dificuldade essa "novidade" na minha vida, mas resolvi escrever para aliviar um pouco o que venho sentindo e ao mesmo tempo, fazer as pessoas conhecerem um pouco sobre a Psoríase.

Fui diagnosticada em julho do ano passado, mas tudo indica que possuo desde 2012, quando começaram a surgir lesões nos joelhos e lateral da coxa direita, porém como geralmente a Psoríase é confundida com outras doenças, pode ser que outro dermatologista tratou como alergia. Atualmente tenho lesões nas coxas, joelho direito, lombar, braços, pescoço e couro cabeludo, não posso ter grandes emoções, sentir muito calor que logo vem a coceira e as feridas... Um verdadeiro tormento!

Mas por que estou contando isso aqui? Nada em especial, só queria colocar pra fora e fazer as pessoas pesquisarem sobre Psoríase. Também preciso me aceitar com essa doença, me cuidar de verdade e acredito que escrevendo aqui, vou realmente pensar mais nisso e buscar minha melhora. Ah, também quero avisar que não tem cura, mas não é contagioso, ou seja, não precisa fazer cara de espanto, tristeza ou nojinho, isso é a última coisa que alguém precisa. ;)

Leia também:

4 comentário(s)

  1. Si, mas deixa a pele manchada ou só nas "crises" (coloquei entre aspas porque imagino que a conceira e as manchas não sejam permanentes). Que bom que foi diagnosticado, porque mesmo não tendo cura, pelo menos agora você vai poder tratar adequadamente, e não lidando apenas como uma alergia ou como consequência simples por causa do calor. Agora vamos combinar, o clima da nossa cidade não ajuda muito, né?
    Bjosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só nas crises Lu, mas se não usar a medicação, vai ficando. Mas realmente, o clima de Recife tem atrapalhado bastante, viu?! Ainda bem que passo o dia em sala com ar condicionado, aí já me ajuda.

      Excluir
  2. Descobri que tenho isso hoje. Tenho 27 anos e tinha uma vida ativa, lluto Jiu Jitsu e etc, mas estou sem coragem de sair de casa. Me sinto um monstro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se sinta assim, a melhor coisa a fazer é procurar um dermato e um psicólogo. Não perde tempo, vai em busca de uma vida melhor.

      Excluir

Receba as atualizações no seu email!

Seguidores