Cuide melhor das suas unhas!

29.7.12

Com o boom dos esmaltes no mercado brasileiro, muitas mulheres se tornaram adeptas dos vidrinhos coloridos, mas nem todas cuidam das unhas como deveriam. Pesquisando umas coisas pela net, achei dois testes bem legais no M de Mulher e no Minha Vida - Terra, e resolvi trazer algumas questões para vocês!





Hoje em dia não é mais necessário levar o próprio kit de manicure ao salão?

Mito. É chato carregar o kit pra lá e pra cá, mas necessário, porque pegar micoses no salão é fácil. O fungo pode passar de uma unha para outra por meio da lixa. "O material deve ser sempre descartável e, o alicate, esterilizado", alerta a dermatologista Ligia Kogos.


A unha precisa de um tempo sem esmalte para respirar?

Isso é um mito. "A unha é composta por queratina, um tecido cujas células estão mortas, ou seja, não respiram e nem precisam descansar do esmalte", explica o dermatologista Valcinir Bedin. Por isso, não faz diferença alguma se elas estão esmaltadas ou não. Situação oposta acontece com as células da pele, que precisam de nutrição. Mas vale sempre dar uma boa olhada nelas quando tirar o esmalte para ver se estão com alguma alteração e tomar cuidado com o removedor. Valcinir Bedin recomenda o uso de removedores cremosos ou de lencinhos pronto com removedor e óleo, que não agridem as cutículas. 


Esmalte escuro pode deixar as unhas amareladas?
Mito. "Não existe relação entre unhas amarelas e o pigmento do esmalte", explica o dermatologista Valcinir Bedin. A coloração não penetra na unha. Se você tirou o esmalte e notou que as suas unhas estão amareladas, vale procurar um médico para investigar se a saúde delas está em dia. "O esmalte só vai mudar a cor da unha caso ela esteja doente", explica o especialista.


Não há problema algum em retirar a própria cutícula.
Mito. Ao retirar a própria cutícula, você, por falta de prática, pode se ferir e até provocar sérias inflamações. Numa emergência, o certo é empurrar a cutícula, em vez de tentar removê-la. Depois, passe um óleo e esfregue as beiradas para retirar as sobras de pele. 


Esmalte escuro fortalece a unha?
Mais um mito. Esmaltes vermelhos, verdes, pretos ou marrons não fortalecem as unhas. "Nenhum componente do esmalte penetra na unha, deixando-as mais fortes ou mais fracas, exceto em casos de doenças das unhas, como micoses", explica o dermatologista Valcinir Bedin. 


Esmaltes, cremes e bases com vitaminas fazem bem às unhas?
Mito. Esse tipo de produto pode até fazer bem à cutícula, mas não terá ação nenhuma sobre a unha. "A unha é composta por células mortas, que não absorvem esse tipo de nutriente", explica Valcinir Bedin.


Quando o dedo inflama, é porque a cutícula não foi tirada corretamente?
Mito. De fato, na maioria das vezes, o dedo inflama porque a pele foi cortada de forma irregular. Mas não é só isso. Segundo a dermatologista Ligia Kogos, a inflamação no dedo também pode ser causada por fungos ou micoses.


Crianças não devem usar esmalte?
Verdade. As unhas das crianças ainda não estão totalmente queratinizadas. Elas são mais moles e frágeis, e, por isso, podem acabar absorvendo os componentes do esmalte. As bordas das unhas - chamadas de sulco ungueal - também são imaturas e podem ter um processo alérgico devido ao uso de esmaltes, causando coceira e vermelhidão. Valcinir Bedin recomenda que crianças não façam o uso de cosméticos. "Tinturas e esmaltes são coisas de adulto", afirma. "O corpo da criança ainda está em desenvolvimento e precisa de produtos neutros, que não agridam pele, unhas e cabelos".


Misturar óleos no esmalte prejudica a unha?
Mito. A verdade é que misturar óleos de banana, de coco, cravo e até mesmo de argan no esmalte em nada vai melhorar ou piorar a saúde das unhas. "A mistura apenas dilui os esmaltes, facilitando a aplicação", explica o dermatologista Adriano Almeida.


Se cortar muito curta, a unha pode encravar?
Verdade. Por isso, nunca corte demais - principalmente nos cantos. E, para evitar unhas encravadas nos pés, não use calçados apertados.


Pessoas sensíveis devem evitar esmalte cintilante?
Verdade. Os esmaltes cintilantes possuem uma composição mais agressiva, com substâncias que geram alergias de pele com mais facilidade, como o pigmento mica. "Outro causador comum de alergias são os derivados de tolueno, um solvente usado nos esmaltes", explica o dermatologista Adriano Almeida. Verifique a presença dessa substância no frasco antes de comprar o esmalte.


As manchinhas brancas que aparecem nas unhas são causadas por pequenas pancadas?
Verdade. Geralmente essas manchinhas são decorrentes de pequenas pancadas. O choque traumatiza a raiz e, três meses depois, aparece a mancha. Daí é só esperar a unha crescer.


Misturar colas ao esmalte para prolongar a duração é prejudicial?
Verdade. Há quem diga que pingar uma gota de cola potente no esmalte prolonga a duração da esmaltação, deixando as unhas impecáveis por um tempo maior. O dermatologista Valcinir Bedin explica que, se for aplicado somente na unha, composta por células mortas, o esmalte aditivado não causa prejuízos, mas, como ele vai escorrer para as bordas, pode prejudicar a cutícula, deixando-a seca, ressecada e gerando alergias.



Espero ter ajudado a esclarecer algumas dúvidas de vocês!
Beijos!

Leia também:

0 comentário(s)

Receba as atualizações no seu email!

Seguidores